Dieta para secar exige cuidados específicos
Nutrição

Dieta para secar exige cuidados específicos

Uma dieta para secar pode ser realizada em momentos bem específicos, como a necessidade de você perder alguns quilos para caber na roupa da festa. O que não pode é fazer dessa alternativa um padrão para emagrecer.

Afinal, cardápios restritivos podem até funcionar em um curto espaço de tempo, mas não oferecem os mesmos resultados a longo prazo. Além disso, seu corpo pode sofrer consequências nem tão agradáveis assim. O metabolismo desregulado é um exemplo.

Também não é recomendado entrar na dieta para secar quando você quer perder 20 quilos. Para esse tipo de redução de medidas, em que os objetivos são mais complexos, o ideal é iniciar uma reeducação alimentar, com efeitos mais duradouros.

O que considerar antes de iniciar a dieta

Tudo bem, agora você já sabe quando vale ou não a pena apostar em uma dieta para secar. Mas mesmo rápida e focada, ela ainda exige cuidados. O primeiro deles é ir em busca de um profissional da área de nutrição.

Pode até ser fácil encontrar opções milagrosas na internet, mas elas não substituem o auxílio especializado, capaz de definir opções que se encaixem no seu ritmo de vida e características metabólicas. Afinal, o que serve para a sua amiga pode não ter o mesmo resultado para você.

Dieta para secar

A dieta para secar só é alternativa para curtos períodos de tempo. Foto: iStock, Getty Images

Tipos de dieta para secar

Decidiu aderir a uma dieta para secar dois ou três quilos rapidamente? Mantenha a disciplina e o foco para não recuperar o que eliminou em questão de dias. Existem inúmeras alternativas de cardápios para seguir.

A dieta das 800 calorias, por exemplo, prevê um copo de iogurte e uma bolacha de água e sal no café da manhã e uma maçã três horas depois. Para o almoço, duas colheres de sopa de arroz integral, salada de manjericão, cenoura, alface, tomate e um filé de frango grelhado.

No meio da tarde, você pode comer um cacho de uva. Já na janta, a quantidade de salada verde é liberada. Acompanha uma colher de arroz integral e uma de legumes. Vale ainda ingerir um filé de frango grelhado. Para a ceia, apenas um copo com suco de limão.

A dieta detox do limão também está muito bem cotada nas paradas. Esse alimento é capaz de eliminar as toxinas do organismo e impedir que o ácido úrico se acumule. Além disso, previne artrite, nefrite (inflamação dos rins) e cálculo renais. Seus efeitos antioxidantes e alcalinizantes permitem a eliminação do colesterol ruim (LDL).

Para fazer esta dieta para secar, esprema um limão – de preferência orgânico – em um copo d’água, como se fosse uma limonada sem açúcar. Beba em jejum, 30 minutos antes do café da manhã. Repita a receita de 10 a 15 minutos antes do almoço e do jantar.

Já a dieta detox volumétrica é realizada em três dias. Nesse período, o cardápio combate o edema (inchaço) do corpo. As pessoas eliminam água corporal e murcham. Outra dieta para secar que está na moda é o famoso método Dukan, baseado no consumo de proteína. Fale com o seu nutricionista e discuta qual é a melhor alternativa.

E aí, já escolheu qual dieta para secar funciona melhor para você? Depois conte para a gente sobre os resultados!

Fonte: Doutissima